4 de março de 2008

Livro: "A Arte de Fazer Acontecer"

É fabuloso. Fabuloso. Acabei de ler ele. Depois da minha namorada ter sugerido que eu deveria ter uma agenda, admiti: "preciso de ser mais organizado". E David Allen ensina uma excelente fórmula para organizar a vida.

Não é um livro de auto-ajuda, mas me ajudou um bocado. Me sentia como nos precisos termos que descreve, minha memória RAM vivia cheia de tarefas pendentes que consumiam minha energia porque em algum nível subconsciente sabia que havia afazeres incompletos. E enquanto eu não tivesse um sistema confiável para gerenciar meus trabalhos e compromissos, minha mente não descansava.

E para liberar seu cérebro de tanta "tralha" acumulada não serão necessários recursos muito sofisticados como laptops, palms ou coisas do gênero. Se você tiver isso, é muito bom, mas o que Allen sugere inicialmente é algumas folhas de papel e uma agenda.

Para tanto, o método nuclear proposto pelo autor é (em apertada síntese) o seguinte. Cada vez que um novo insumo chega à sua caixa de entrada, seja ele um compromisso, uma idéia ou qualquer trabalho, você deve tomar alternativamente um dos seguintes caminhos:
  • Se for uma ação que demande até dois minutos para ser executada, fazer de imediato;
  • Delegar a outra pessoa;
  • Se for o caso, enviar para o lixo (simplesmente jogar fora para não atravancar sua vida);
  • Inserir no seu sistema de organização pessoal. Nesse particular, é muito importante já deixar decidido qual é a próxima ação a ser tomada para que aquela tarefa se concretize;
  • Se não exigir nenhuma ação, colocar na pasta/gaveta adequada. Um conselho dele é criar um compartimento para o "material de referência", para, p. ex., incluir aquele folder de pizzaria que você quer ter à mão quando quiser uma pizza.
Digamos que, como exemplifica o próprio livro, você tenha assumido consigo próprio o compromisso (há talvez 6 anos atrás) de organizar aquele quartinho de bagunça da sua casa, e você ainda não fez, provavelmente alguma parte do seu cérebro acha que você deveria fazer isso 24h por dia. Esse incômodo está sugando seu tempo, energia e criatividade. E, segundo explica, você deveria ou se desfazer do compromisso, ou fazê-lo de uma vez, ou, inserir ele numa lista de "algum dia/talvez".

Desse modo simples, na esteira de mostrar como se constrói esse sistema de gerenciamento pessoal é que o livro é palavra no assunto. Ele é bastante funcional, sem ser complicado, abordando desde a organização de âmbito doméstico, familiar, passando por emails, reuniões e projetos de trabalho, até projetos de vida. Pessoalmente diria que estou aplicando uns 20% de tudo que ensina, mas já é ótimo. Tenho, de fato, me sentido muito melhor, e pretendo depois reler e aplicar mais dos princípios sugeridos ali.

Então, se você já leu o popular: o menino harry potter que roubava livros do livreiro de cabul :-), recomendo agora: A Arte de Fazer Acontecer.

Por fim, para dar meu toque pessoal aos conselhos de David Allen, recomendo que tente usar o Google Docs e o Google Agenda como sistema de listas e agenda respectivamente. Pela facilidade e amplitude com que se acessa a internet nos dias atuais, nada mais confortável que ter à mão em qualquer lugar sua agenda e listas. Assim, como costumo fazer no trabalho vez por outra checo meu sistema de organização ou insiro nele o que necessário e, se à noite estiver em casa ou na casa da minha namorada ou de um amigo, pela internet também posso acessá-los.

Mais uma dica, o Google Agenda fica muito melhor se a visualização padrão estiver no modo "mês" (em vez de 'dia' ou 'semana'), assim você tem uma visão mais geral dos compromissos de todo o mês, o que permite um controle maior. Para isso, entre em "configurações" (canto direito superior) e depois altere o campo "Exibição padrão" para "mês". Talvez você também tenha que alterar a língua porque ela pode vir por padrão em inglês, mas você pode mudar para português.

Ps.: Vim a descobrir esse livro num post do Osvaldo Santana. Só não deixei um comentário lá porque o blog dele só permite comentários de quem tenha conta no wordpress.

2 comentários:

Walter Cruz disse...

Dá pra usar openid no blog do Osvaldo também!

Eduardo Willians Bandeira de Melo disse...

opa, valeu pela dica. Mas não tenho nada com openId