9 de setembro de 2014

Pedaços Randômicos de Memória

Não sei se é sintoma de uma velhice um tanto precoce. Faz uns dois meses que tem acontecido de lembranças aleatórias saltarem na minha mente sem nenhuma conexão aparente com o que eu estava pensando ou fazendo. E são memórias que eu não sabia que tinha guardado. Às vezes vêm à mente lugares em que estive há bastante tempo, às vezes, falas e conversas, trechos de pensamentos e até emoções do passado. Hoje mesmo "tocou" uma música na minha cabeça de um desenho animado que assistia na infância. Talvez seja um indicativo de que eu seja um ciborgue programado para acreditar que sou humano, mas que agora meus códigos estão apresentando bugs críticos (além dos normais). Eu comecei a suspeitar disso com o Recaptcha. Para quem não sabe, Recaptcha são aqueles códigos usados na internet para confirmar que o usuário é humano. Sabe aquela caixinha em que a pessoa tem que digitar uma sequência de letras e números borrados? Pois é, a frequência com que eu erro a leitura dos recaptchas só me leva a concluir que aquelas máquinas são mais humanas do que eu.

Nenhum comentário: