4 de março de 2016

Deixando de lado o politicamente correto, por que algumas línguas nos soam mais belas que outras?

Nenhum comentário: