12 de julho de 2016

A língua jamais deveria estar sujeita a um controle estatal.

P.S. A primeira vez que alguém tem contato com essa ideia, pensa logo que a língua viraria uma bagunça com cada um falando de qualquer jeito. Bem, se o indivíduo quiser falar e escrever de um modo em que ninguém vá conseguir entendê-lo, é problema dele. O que ocorre factualmente é que todo mundo se comunica usando a língua em que é compreendido. E nos 6 mil anos de história humana, sempre nos entendemos muito bem com nossos pares sem nenhum governo se intrometendo na conversa alheia. Somente nos últimos séculos é que ocorreu de um grupelho de "iluminados" se declarar dono da língua do povo.

Nenhum comentário: